Criar o Escape.pt foi para mim uma outra maneira de escapar da minha vidinha comodista.

Como gosto de viajar e conhecer, aproveitei a minha presença digital para mostrar a todos as viagens que eu fazia e os segredos que nelas encontrava.

E de facto escapar desta maneira é encontrar perspectivas diferentes.

É sair do cómodo, é fugir do tédio, é fazer uma viagem saindo dos caminhos comuns, é “sair da caixa” fazendo diferente do que sempre fizemos.

A monotonia de dias a trabalhar ou a realizar tarefas sempre iguais, atrofia a mente e o corpo. Há necessidade de sair desse sistema de “roda de rato”. Viajar, aprender um novo idioma, ou uma nova habilidade, fazer um desporto diferente, provar um tipo de comida diferente, ouvir música que gostamos ou assistir um filme… mostrar ao mundo o que sabemos fazer, são maneiras simples de “quebrar” a monotonia e o tédio instalado.

Mas vivemos num mundo cada vez maior, por causa da internet. E eu tenho aproveitado essa internet para mostrar uma outra forma de escapar… a minha forma de escapar.

E também vejo que muitas pessoas têm tanto para mostrar, fazer, aprender, crescer, ganhar na internet, mas não o fazem por comodismo. Por medo.

Mitos como: a internet não é para mim; é só para “gente jovem”; já estou velho para isso; usam palavras em que não percebo nada, isso é caro, etc… ajudam a que muitos se mantenham cómodos na sua vidinha monótona.

Mas todos podemos (e devemos) mudar e “sair da caixa”.

E o Escape.pt também mudou.

Quero que este meu projeto te ajude a experimentares uma outra vida. Uma vida no mundo digital. Porque ter uma presença digital na internet não é um “bicho papão”.

Deixo-te pois o desafio.

Deixa de ser comodista. Acompanha o Escape.pt e aprende como podes ter uma presença digital na internet, sem medos e de forma simples.

Mostra e ensina ao mundo aquilo que tu gostas, aquilo que sabes fazer!

Até breve.

Categorias: Reflexão