Como lidar com pessoas “Resistentes à Gratidão”

Todos temos pessoas à nossa volta que são céticas em relação à Gratidão. Então, como lidar com essas pessoas “Resistentes à Gratidão”? O que fazer com elas?

A vida das pessoas resistentes à Gratidão “tem de ser” como elas querem, vivem reclamando de tudo e de todos, são as melhores pessoas do mundo e que todos os outros “não prestam”.

São “extraordinárias”, mas não geram resultados na sua vida.

Como lidar então com elas?

Bem…

Primeiro, ninguém tem de ser obrigado a “ver” a vida como tu vês, em que tudo é bênção ou aprendizagem. Para muitas pessoas isso é muito difícil de “engolir”… e está tudo bem.

Segundo, não sejas a pessoa chata a dizer a todos: “Tem Gratidão”, vê o “lado bom das coisas”, etc… Ninguém muda só porque tu queres, muito menos se estiveres sempre a insistir.

Terceiro, sê a inspiração. Se as pessoas virem que contigo resulta, sentires Gratidão, que a vida começa a ser mais leve, que tu deixas de te chatear, etc.. elas vão começar também a querer mudar, não porque tu dizes, mas porque tu mostras que funciona através de resultados.

É normal que algumas pessoas tenham objeções ou reservas  sobre o efeito do sentir Gratidão, porque a nossa sociedade alimenta a necessidade do Ter mais ou Fazer mais em vez do simplesmente SER.

O que nos foi incutido é que o normal é estarmos insatisfeitos, doentes, carentes, tudo resultado da ingratidão pela vida, tal como ela se apresenta a cada um.

Uma regra básica para quem vive em Gratidão: aceita que os outros são o que são e que nada do que te fazem é pessoal.

Lidar com pessoas resistentes à Gratidão.

#projetocap  #projetocapinspiraamudar
Segue o Projeto CAP também no Youtube